Blog

Vai exportar? Então você precisa do Certificado de Origem Digital

quarta, 17 de julho de 2019
Entenda como o documento aumenta a segurança e traz praticidade para os envolvidos

Exportar pode ser desafiador para o micro e pequeno empresário que ainda não está no comércio exterior. Mas com o Certificado de Origem Digital (COD), o processo pode se tornar mais barato e mais seguro.

 

Mas o que é o COD?

O Certificado de Origem Digital (COD) é um documento de exportação que atesta a origem da mercadoria exportada e concede benefícios tarifários ao importador, como a redução ou isenção de impostos. Usado desde 2017 pelo Brasil e seus principais parceiros econômicos da América do Sul, o COD atende a rígidos padrões de segurança e por isso é altamente confiável. As assinaturas digitais contidas neste documento garantem autenticidade quanto à autoria e à integridade do conteúdo, aumentando a segurança das transações entre os países da Associação Latino-Americana de Integração (Aladi) com a mesma validade jurídica dos Certificados de Origem físicos.

Por isso, usar o COD viabiliza a exportação e descomplica a vida do empresário, já que desburocratiza as operações do comércio exterior, torna as informações mais rápidas e reduz custos diretos dos serviços.

 

Como fazer a emissão?

Os documentos exigidos são os mesmos do Certificado de Origem em papel: 

  • O exportador deve possuir o Certificado Digital e-CPF A-1 ou A-3, que é a Identidade Digital da Pessoa Física no meio eletrônico, também conhecido como CPF Digital. >>> Conheça o modelo ideal para o seu negócio
  • O documento é assinado digitalmente pelo exportador ou representante, no próprio sistema do IPPEX.
  • A Entidade Certificadora analisa os dados e emite o Certificado de Origem Digital, que é um arquivo XML.
  • Logo após o arquivo XML é disponibilizado ao exportador, que encaminha ao importador, responsável por enviar o documento à aduana.

 

Conheça os benefícios do Certificado de Origem Digital

  • Agilidade na análise e emissão: de dois dias para apenas 30 minutos, em média.
  • Redução de custos: elimina gastos com papel, impressão, autenticação, deslocamentos para o envio de documentos e armazenamento.
  • Sustentabilidade: a assinatura digital do documento dispensa o uso de papel, sem autenticação adicional e com validade jurídica. Atitudes como essa contribuem com a recuperação do meio ambiente.
  • Maior segurança: elimina-se o risco de perda de documentos e garante a integridade do documento.
  • Reduz o tempo de carga parada na fronteira: facilidade e agilidade na comunicação entre exportadores, aduanas e entidades emissoras.
  • Redução ou isenção de impostos: algumas mercadorias se beneficiem do tratamento tarifário preferencial em países importadores que possuem acordos bilaterais de comércio com o Brasil.
  • Maior possibilidade de negócios: assinar digitalmente amplia as chances de negócios com qualquer país do mundo.

 

Quer internacionalizar o seu negócio? Fale com o time do IPPEX e garanta mais visibilidade no comércio exterior.

IPPEX atua como estrutura de apoio para empresários interessados em desenvolver seus negócios e produtos. Para isso, oferece, entre outros benefícios, documentos como a Declaração de Exclusividade e a de Livre Venda, o Certificado de Origem Digital (COD), traduções e câmbio especializado, além de uma consultoria com profissionais que entendem do assunto.

 

Fonte: DepCom Faciap