Notícia

Encontro reúne mais de 50 gestores da CACB, Fenacon e Certisign no Rio de Janeiro

sexta, 06 de março de 2015

45030403201510134965650

De terça a quinta-feira, (3, 4 e 5 de março), aconteceu o III Encontro Progerecs Rio 2015, III Encontro dos Presidentes, Executivos e Comerciais do Sistema CACB (Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil) e III Workshop da Rede CACB de Certificação Digital, no Rio de Janeiro (RJ). O Programa de Geração de Receitas e Serviços da CACB – o Progerecs – tem a missão de proporcionar sustentabilidade para todas as Associações Comerciais e Empresarias (ACEs) que fazem parte da rede. Com o intuito de perpetuar a missão do programa, fortalecer a capilaridade da rede e nortear ACEs no caminho da auto-sustentabilidade, o encontro vai, até o dia 5 de março, abordar e debater temas relevantes para o público-alvo.

Com participantes de Federações e ACEs de todo o país, como Alagoas, Ceará, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rondônia, Pará, Paraná, Santa Catarina, entre outros estados, mais de 50 gestores da rede CACB, Certisign e Fenacon estiveram presentes no evento.

O coordenador do Progerecs, Luiz Antônio Bortolin, abriu o encontro comemorando duas novidades importantes: a homologação da CACB como AC (Autoridade Certificadora) e a formalização da parceria com a Fenacon (Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas) no âmbito da Certificação Digital. “Qual é a nossa riqueza? A capilaridade. Nós temos a maior do país, indiscutivelmente. E a Fenacon tem, no país inteiro, os usuários e indutores do uso da Certificação Digital”, disse.

A abertura do evento contou também com o presidente da FACERJ (Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Rio de Janeiro), Jésus Costa, resgatando a história das associações. Em sua fala, relembrou que, com o início da colonização do Brasil, a criação de associações comerciais, rurais, agrícolas e de pesca foram as primeiras entidades criadas no país. “Elas começaram a ‘brotar’ em todas as capitais e cidades e foram grandes alicerces da economia brasileira naquela época”, explicou.

Para Costa, a união é importante para que associações possam permanecer atuantes, independente do contexto em que se encontram. “Estamos vivendo um período difícil e é preciso que a gente tenha responsabilidade”, aconselhou. Em seguida, ressaltou que o evento do Progerecs é muito importante para unir a confederação, as Federações e as ACEs.

O diretor financeiro da CACB, George Teixeira, informou os participantes sobre as ultimas ações da CACB, enfatizando o esforço que a confederação vem fazendo para trazer 11º Congresso Mundial de Câmaras de Comércio (World Chambers Congress) para o Brasil, em 2019. O encontro é o maior do tipo e acontece a cada dois anos, reunindo líderes do mundo inteiro. Com sua fala precedendo apresentação de membros do Certisign, Teixeira adiantou que os números da empresa, parceira da CACB, “já são muito bons e vão ser muito melhores”.

Patrocinadora do evento, a Certisign é uma Autoridade Certificadora líder na América Latina, especialista em segurança para lojas virtuais e desenvolvedora de soluções corporativas integradas à Certificação Digital. Parceira da CACB, a Certisign é responsável pela tecnologia e administração dos certificados emitidos.

Durante o evento, membros da Certisign atualizaram os participantes com dados relativos à venda de certificados em anos anteriores realizadas por ACEs, previsão atual de crescimento, bem como apresentou novos produtos e serviços que em breve estarão disponíveis. Segundo o diretor comercial da empresa, Paulo Ijima, a Certisign realizou mapeamento de 6 mil municípios do país e detectou diversos locais sem nenhum ponto de Certificação Digital. Ele afirma que o intuito é trazer alternativas para a geração de receita nas entidades que vendem o certificado.

“O que a gente desenhou é que a partir desse evento nós faremos de todo o nosso sistema ponto de venda. ACEs que tem ou não tem ponto de atendimento farão a venda do Certificado Digital e serão renumeradas em 5% sobre tudo que venderem”, declarou Bortolin.

Entre os produtos e serviços apresentados pela Certisign, estão o Ponto Móvel e o Certibio. O Ponto Móvel é um aplicativo online que permite o controle da jornada de trabalho de um funcionário de onde o empregador quiser e como quiser. O funcionário marca o ponto pela web, celular, telefone fixo ou dispositivo no veículo, o sistema notifica o empregador, é gerado um banco de dados com informações e a partir daí são disponibilizados relatórios para acompanhamento, tanto para o funcionário, quanto para o empregador. Entre os benefícios, estão a eliminação do uso do papel, facilita a gestão da equipe e garante um canal transparente de comunicação entre empregador e funcionário.

Já o Certibio é uma Unidade de Negócios da Certisign dedicada a soluções de Identidade Digital e Autenticação utilizando biometria. Resultado de trabalho pioneiro e inovador que utiliza tecnologias avançadas e conhecimento de mercado para oferecer um serviço de validação de identidade de pessoas utilizando biometria para combater fraudes de identidade. “Há uma tendência em partir para a biometria como uma resposta direta à fraude”, explicou Igor, diretor-executivo da Certibio.

 

Fonte: Imprensa CACB

Fonte: